Hábitos de higiene evitam contaminação por bactérias

A correta higienização das mãos é a medida preventiva mais apropriada

As bactérias são organismos microscópicos e podem ser encontradas isoladamente ou em colônias. Causam infecções que podem ser divididas em dois tipos: comunitárias “ infecções de pele, de garganta, entre outras; e hospitalares “ causadas por bactérias mais resistentes e adaptadas ao ambiente hospitalar onde a maior utilização de antibióticos facilita esta resistência e a disseminação é facilitada pelas condições locais, como métodos inadequados de esterilização ou por transmissão pelas mãos dos profissionais de saúde.

O uso de anti-séptico com álcool glicerinado ajuda a completar a limpeza. De qualquer forma, o ideal para quem apresentar qualquer doença é procurar orientações médicas e seguir o tratamento até o fim, uma vez que as bactérias se fortalecem com os antimicrobianos se o tratamento não durar tempo suficiente para eliminá-las.

Confira algumas dicas para evitar contaminação por bactérias:

> Hábitos gerais

  • Lave bem as mãos com água e sabão;

  • Utilize sempre que possível um produto que contenha álcool 70%;

  • Se estiver com alguma lesão, mantenha-a limpa e coberta;

  • Não compartilhe toalhas e roupas em geral;

  • Mantenha o ambiente onde vive limpo e arejado.

> Alimentação

  • Proteja os alimentos de insetos, como moscas e baratas;

  • Lave e desinfete bem as frutas, verduras e legumes;

  • Filtre ou ferva a água para uso doméstico;

  • Cozinhe bem os alimentos.

> Animais de estimação

  • Mantenha-os em local limpo e separado de onde você fica;

  • Faça manutenção da higiene pelo menos uma vez por dia;

  • Acompanhe as datas de vacinação do animal;

  • Recolha sempre as fezes e lave o local onde o animal urinou.

Fonte: Talk Comunicação